Golden Joker

VÍDEO: empresário é executado a tiros em restaurante no Pará

  
LIVE      

Golden Joker

VÍDEO: empresário é executado a tiros em restaurante no Pará

Empresário é morto a tiros em restaurante de Jacundá

Um empresário foi executado a tiros em , no sudeste do estado. O crime ocorreu nesta terça-feira (20), em um restaurante localizado no centro da cidade.

Uma câmera de segurança registrou o crime. José Leandro Azevedo estava sentado em uma mesa e o criminoso chegou ao local de motocicleta. Ele sacou a arma e fez vários disparos contra a vítima, que morreu na hora. Clientes fugiram assustados, enquanto que o suspeito saiu do local com ajuda de um comparsa que estava na moto.

A Polícia Civil informou que equipes da Delegacia de Jacundá trabalham para identificar e localizar os envolvidos no homicídio do empresário.

Equipa de Navalny responsabiliza Putin e pede entrega imediata do corpo

“Os familiares e o advogado de Navalny receberam a confirmação oficial da morte Alexei. [O Presidente russo, Vladimir] Putin matou-o”, escreveu a porta-voz do opositor russo, Kira Yarmysh, na sua conta na rede social X.

A porta-voz acrescentou que um funcionário da prisão “declarou que o corpo de Alexei Navalny estava em Salekhard”, uma cidade da região do Ártico russo onde se situa a sua prisão, e tinha sido levado por “investigadores” para “realizar pesquisas”.

“Exigimos que o corpo de Alexei Navalny seja imediatamente entregue à família”, acrescentou, precisando que as autoridades prisionais deram à mãe do opositor, Liudmila Navalnaya, um documento oficial a confirmar a morte.

Yarmysh precisou que Navalny morreu às 14:17 (09:17 em Lisboa), duas horas antes de os serviços prisionais anunciarem publicamente a sua morte.

Liudmila Naválnaya chegou hoje de manhã à prisão onde o seu filho morreu na sexta-feira e onde se tinha reunido com ele em 12 de fevereiro.

“Estava saudável e contente por estar vivo”, escreveu na sexta-feira a mãe do político na rede social Facebook.

O opositor russo Alexei Navalny, um dos principais críticos de Vladimir Putin, morreu na prisão, segundo o serviço penitenciário federal da Rússia.

Navaly, 47 anos, estava numa prisão no Ártico, para cumprir uma pena de 19 anos de prisão sob “regime especial” e, segundo aqueles serviços, sentiu-se mal depois de uma caminhada e perdeu a consciência.

Desflorestação na Amazónia brasileira caiu 60% em janeiro
Golden Joker Mapa do site

1234