Golden Joker

Borrell insta os países da UE a fornecerem mais ajuda militar à Ucrânia

  
LIVE      

Golden Joker

Borrell insta os países da UE a fornecerem mais ajuda militar à Ucrânia

“A União Europeia [UE] tem estado ao lado da Ucrânia desde o primeiro dia e continuará a estar”, prometeu o alto representante da UE para a Política Externa, numa declaração no dia em que se cumprem dois anos desde invasão da Rússia à Ucrânia.

Já Kuleba, que elogiou pessoalmente o papel de Borrell, considerou que a UE tomou “decisões históricas”, com a entrega de armas à Ucrânia e as sanções contra a Rússia, bem como com o início das conversações de adesão, mas pediu mais apoio.

“Há muitas melhorias e decisões pela frente e trabalhamos em conjunto para garantir a sua rápida adoção”, disse o ministro ucraniano.

Em março de 2023, a UE prometeu que ia entregar até março deste ano um milhão de munições de grande calibre, especificamente de 155 milímetros, mas até novembro do ano passado tinha conseguido pouco mais de 300.000 munições, entre aquisição conjunta e reforço da produção.

No início de janeiro, vários governantes admitiram a impossibilidade de cumprir a promessa até março, incluindo o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, João Gomes Cravinho.

Na quinta-feira, o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, escreveu aos ministros dos Negócios Estrangeiros e da Defesa da UE para pedir mais um maior gasto de dinheiro para fornecer armas à Ucrânia, que enfrenta falta de munições para combater a Rússia.

“As mensagens que ouvimos são inequivocamente claras: os soldados ucranianos têm determinação para lutar, mas precisam de munições. Urgentemente e em grandes quantidades”, afirmou o alto representante da UE para os Negócios Estrangeiros no conteúdo das cartas enviadas na quarta-feira aos ministros dos 27, ao qual a agência EFE teve acesso.

“Não fazer nada não é uma opção”, advertiu Josep Borrell.

Nos últimos dias, vários governos europeus insistiram na necessidade de coordenar melhor o fornecimento de equipamento militar à Ucrânia, que assinou acordos bilaterais de segurança com o Reino Unido, a França e Alemanha.

A guerra na Ucrânia teve início em 24 de fevereiro de 2022, quando a Rússia lançou uma ofensiva militar com os argumentos de que queria defender os territórios pró-russos e eliminar um suposto nazismo no país vizinho.

A invasão russa provocou a crise de segurança mais grave da Europa desde a II Guerra Mundial (1939-1945).

Governo Tarcísio investiu em 2023 apenas 3% do previsto para delegacias da mulher 24 horas

Aumento dos registros de feminicídios em SP — Foto: Reprodução/TV Globo

No ano passado, a gestão Tarcísio de Freitas (Republicanos) gastou somente 3% do valor previsto no orçamento do estado de São Paulo para a implementação de delegacias da mulher 24 horas. O estado tem 140 DDMs, mas apenas 11 funcionam ininterruptamente.

O orçamento disponibilizava R$ 24 milhões para a rubrica, mas apenas R$ 675,5 mil foram empenhados durante todo o ano passado.

Em 2023, o estado de , ano em que o crime passou a ser contabilizado separadamente no estado, conforme dados divulgados da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Segundo os registros da SSP, foram 221 feminicídios no ano passado. Já em 2022, foram 195 assassinatos de mulheres.

Veja o número de feminicídios em São Paulo nos últimos seis anos:

2018: 1362019: 1842020: 1792021: 1402022: 1952023: 221

Juliana Brandão, pesquisadora sênior do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, afirmou que “o governo consegue aprovar uma rubrica na ordem de milhões, e se na prática coloca disponível para as Delegacias de Defesa dos Direitos das Mulheres apenas R$ 675 mil, a gente está falando de uma disparidade que chega a ser escandalosa, frente aos números de violência contra a mulher que estão só crescendo a cada dia”.

A Secretaria de Segurança Pública disse, em nota, que oferece atendimento 24 horas na Delegacia da Mulher Online, em todo o estado. Sobre o orçamento de 2024, a secretaria disse que incluiu os recursos para as delegacias da mulher no acolhimento e proteção das crianças, adolescentes e idosos e também na ação da Polícia Judiciária.

'Enem dos concursos': cargo com mais inscritos paga R$ 6,9 mil
Golden Joker Mapa do site

1234