Golden Joker

ULS Médio Tejo implementa Centro de Investigação e Inovação Clínica

  
LIVE      

Golden Joker

ULS Médio Tejo implementa Centro de Investigação e Inovação Clínica

“Nós temos um conhecimento dentro desta organização brutal, dos profissionais do dia a dia, e aquilo que os investigadores têm mais dificuldade é ter campo de trabalho, isto é, casos para verificar e, consoante esses casos, descobrir novos medicamentos, novas formas de tratamento, novas patologias”, disse à Lusa o presidente do Conselho de Administração (CA) da ULS Médio Tejo, tendo Casimiro Ramos feito notar que este CIIC vai permitir “juntar o conhecimento na prestação de cuidados (até aqui disperso pelas várias especialidades) com a academia e investigadores para depois aplicar na melhoria da prestação de cuidados”.

O CIIC, uma das 32 medidas prioritárias para o primeiro ano de atividade da ULS Médio Tejo, foi hoje apresentado publicamente no auditório da unidade hospitalar de Tomar, tendo contado com a presença do Bastonário da Ordem dos Médicos e com a assinatura de protocolos académicos com o Instituto Politécnico de Coimbra e com o Instituto Politécnico de Santarém.

Casimiro Ramos disse ainda que o CIIC da ULS Médio Tejo vai ter uma “abordagem multidisciplinar” e pretende acolher profissionais de todas as categorias e funções – médicos, enfermeiros, farmacêuticos, técnicos de diagnóstico e terapêutica, mas, também, profissionais que possam vir a implementar melhorias e inovações nos processos, como gestores hospitalares, informáticos, entre outros.

O gestor disse ainda que o CIIC vai evoluir para a atribuição de bolsas de investigação para a realização de ensaios, estudos científicos, ou para frequentar cursos académicos, tendo incentivado os profissionais da instituição a aderirem a este centro de inovação e conhecimento.

O Bastonário da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes, antigo Diretor de Serviço de Patologia Clínica do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), convidado para “apadrinhar’ o lançamento do CIIC, destacou, por sua vez, “a atividade assistencial, a formação, e a vertente da investigação, inovação e desenvolvimento científico”, estas últimas “muito desvalorizadas ao longo os anos”, como os “três pilares fundamentais” das ULS.

“A ULS Médio Tejo, das primeiras iniciativas públicas que apresenta, é precisamente para a área da investigação”, salientou Carlos Cortes, tendo indicado ser um “sinal muito positivo e muito importante para os profissionais, para a população e para o SNS”, tendo dado conta que a possibilidade de investigar é fator de “atratividade” para os profissionais do setor.

Citando um estudo sobre os fatores de atratividade dos médicos no SNS, o Bastonário indicou que “o fator salarial, sendo muito importante, não é o que vem à cabeça, antes as condições de trabalho, e é aí que entram as condições de acesso a investigação, ciência e medicina”, tendo defendido que as ULS “devem seguir este exemplo” para “evitar a fuga e como fator de atração”, criando “um SNS mais responsivo junto dos doentes que necessitem dele”.

Carlos Cortes disse ainda que “a aposta na ciência é vital para qualquer sistema de saúde”, tendo feito notar que o SNS “não se pode desenvolver sem os seus profissionais, sem as pessoas” e que “é um erro pensar que basta infraestruturas e equipamentos” médicos.

“Os profissionais querem condições para desenvolver o seu trabalho, na componente assistencial, formativa e de investigação, estruturada, com apoio da própria instituição. É o que aqui vão encontrar e as ULS devem seguir este exemplo”, vinco

Prefeitura de SP desapropria área equivalente a Paris com promessa de transformar em área de preservação ambiental

Vista aérea da região da represa Billings, em São Paulo (2005) — Foto: SEBASTIÃO MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO/ARQUIVO

O prefeito Ricardo Nunes (MDB) assinou nesta quarta-feira (21) um decreto de desapropriação de 32 terrenos que hoje são particulares. A promessa é transformá-los em áreas de preservação ambiental.

Somadas, as áreas verdes equivalem à extensão de Paris, capital francesa. O projeto tem um custo mínimo de R$ 750 milhões.

As desapropriações acontecem com indenizações pagas pela prefeitura aos proprietários dos terrenos.

"Agora, a Secretaria do Verde e Meio Ambiente, junto com a Procuradoria, faz a notificação dos proprietários, a gente apresenta o valor de acordo com nossa avaliação. Havendo a concordância, o depósito do valor e transferência de titularidade. Se houver contestação, o proprietário recorre ao Judiciário”, afirmou Ricardo Nunes.

Ao menos oito grandes áreas estão em volta da Represa Billings, na Zona Sul. Nas proximidades da Serra da Cantareira, na Zona Norte da capital, serão ao menos sete terrenos.

Na região da Billings, o objetivo é garantir a preservação do manancial. Ao longo dos anos, milhares de pessoas passaram a morar nas margens da represa. O desafio é conciliar preservação com habitação.

De acordo com o secretário do Verde e Meio Ambiente, Rodrigo Ravena, as áreas que serão desapropriadas pelo decreto não chegaram a ser ocupadas: "São áreas remanescentes de floresta nativa. Não tem ocupação. São áreas de floresta”, explicou.

Cinturão verde

Carlos Bocuhy, ambientalista e presidente do Instituto de Proteção Ambiental, explica que o decreto assinado nesta quarta (21) cria um cinturão verde de proteção no entorno da cidade. Mas aponta que, nas margens das represas, é preciso recuperar o que foi degradado — o que, segundo ele, já deveria ter sido feito desde a década de 1970.

Bocuhy também diz que é urgente criar soluções para as chamadas ilhas de calor da cidade, regiões com pouco verde que aumentam a temperatura urbana. Por isso, um parque como o Bixiga, na Bela Vista, seria importante. Mas isso não está previsto no decreto.

"Se você olhar São Paulo da Paulista para a Zona Oeste, é ali que começa a intensificação das ilhas de calor. Essa área do Bixiga é extremamente importante como elemento a ser revegetado dentro da mancha urbana.”

Sobre o Parque Bixiga, para o grupo que é dono do terreno e que aguarda uma resposta.

Vítimas israelitas de alegados crimes sexuais do Hamas devem "quebrar silêncio"
Golden Joker Mapa do site

1234